MatheusMáthica: "O lado interessante e curioso da Matemática"

Sejam Bem-Vindos a MatheusMáthica....

Seguidores

quinta-feira, 3 de julho de 2014

4º SIPEMAT

4º Simpósio Internacional de Pesquisa em Educação Matemática 
Educação Matemática e contextos da diversidade cultural 
29, 30 de junho e 01 de julho de 2015 

Um pouco do nosso caminhar...

O SIPEMAT é um encontro que nasceu de um debate acerca de questões relativas ao ensino de estatística, ganhou corpo e ampliou sua abrangência para discussões pertinentes a diferentes aspectos da Educação Matemática. Juntou-se a estes fatores o interesse em promover um encontro de nível internacional no Nordeste, uma vez que eventos desse porte ocorrem prioritariamente no eixo Sul-Sudeste. Desde o início, o SIPEMAT tem buscado congregar educadores matemáticos do Brasil e do exterior. Assim, tem-se avançado no sentido de se estabelecerem intercâmbios, visando à realização de pesquisas e publicações, de modo a integrar experiências que conduzam a avanços nos debates acerca da aprendizagem e do ensino da Matemática. 

As duas primeiras edições aconteceram no Estado de Pernambuco, na Universidade Federal de Pernambuco – UFPE e na Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE. Em sua terceira edição o evento foi realizado no Estado do Ceará, em Fortaleza, com a organização do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará – UFC e do Curso de Mestrado Acadêmico em Educação da Universidade Estadual do Ceará – UECE. 

O 1º SIPEMAT aconteceu em 2006, discutindo o tema “Um olhar ampliado sobre a sala de aula”, buscando articular a vertente da pesquisa à questão do ensino e da aprendizagem dessa disciplina. O evento contou com a participação de cerca de 300 participantes. Estiveram presentes pesquisadores da França, Portugal e Inglaterra, que trouxeram suas reflexões acerca da pesquisa nessa área e suas relações com a sala de aula de Matemática. 

Em 2008, foi realizado o 2º SIPEMAT visando avaliar as duas décadas de pesquisa sobre a Matemática trabalhada dentro e fora da sala de aula. Esta temática teve como marco as pesquisas em Etnomatemática, bem como a publicação da coletânea Na Vida, dez; na escola, zero, que estava comemorando 20 anos de sua publicação. O público ampliou-se, em relação ao evento anterior, apresentando cerca de 450 participantes. Os países que se fizeram presentes foram França e Estados Unidos. 

Acreditando na necessidade de integrar nos debates sobre a Educação Matemática aqueles profissionais que majoritariamente são responsáveis pela formação matemática da sociedade, a terceira edição (3º SIPEMAT), no Estado do Ceará no ano de 2012, além dos alunos de pós-graduação e dos pesquisadores, agregou professores da Educação Básica. Desta maneira, o número de participantes foi ampliado para 1500 participantes. Participaram pesquisadores convidados da França, Estados Unidos, Inglaterra, Chile e Israel. O tema debatido foi: Matemática, Cultura e Tecnologia. 

Para 2015, o 4º SIPEMAT voltará a focar nas discussões mais circunscritas a pesquisa, tendo como público alvo alunos de pós-graduação e pesquisadores e, será sediado 
pela Bahia se configurando no terceiro Estado da Região Nordeste do Brasil a realizar esse evento. Assim, contará com a organização do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática - PPGEM da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC. Buscar-se-á abranger pesquisadores do Brasil, Portugal, África, dentre outros.


A realização da quarta edição do SIPEMAT no Estado da Bahia de maneira específica na UESC com a organização do PPGEM se, justifica, por ser neste contexto que se encontra o primeiro Mestrado da área de Educação Matemática da região Nordeste do Brasil, iniciado no ano de 2012, mesmo ano que ocorreu o 3º SIPEMAT. Dessa forma, a sinergia da comunidade de pesquisadores envolvidos com o SIPEMAT impulsionou a contemplar o PPGEM com o cenário de debates das pesquisas que estão sendo desenvolvidas pela área de Educação Matemática. 

A área de Educação Matemática vem passando por diferentes avanços no cenário mundial e, diferentes perspectivas de pesquisas surgem nesse cenário. Uma dessas perspectivas é impulsionada pela presença de múltiplas culturas, nacionalidades, raças e etnias nos diferentes níveis e modalidades de ensino. Tomando como base a complexidade e diversidades culturais, a necessidade de ampliar as pesquisas e as discussões é latente, assim como a busca da ampliação da produção de conhecimentos científicos que atendam às demandas específicas por uma Educação Matemática Crítica e Inclusiva. 

O Brasil possui uma grande tradição de estudos culturais em Educação Matemática, tendo o professor Ubiratan D’Ambrósio como seu principal expoente. Além disso, diversos trabalhos também foram desenvolvidos mostrando o pensamento matemático em grupos culturalmente diversos como povos indígenas, quilombolas, pescadores e vendedores de rua, dentre outros. Mas, é necessário ampliar as discussões e buscar o diálogo direto numa esfera internacional. 

Estamos a exatos 12 meses do 4º SIPEMAT e pesquisadores nacionais e internacionais começam a confirmar suas presenças, os seguintes nomes internacionais e nacionais confirmaram presença no 4º SIPEMAT: 

Dr. Paulus Gerdes da Universidade Pedagógica, Moçambique na África; 
Dr. João Pedro da Ponte da Universidade de Lisboa em Portugal; 
Dr. José Aires de Castro Filho da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza no Ceará; 
Dra. Siobhan Victoria Healy da Universidade Anhanguera de São Paulo - em São Paulo.


Mais informações no site de divulgação inicial: http://ppgemuesc.com.br/sipemat4/ 




Nenhum comentário:

Postar um comentário