MatheusMáthica: "O lado interessante e curioso da Matemática"

Sejam Bem-Vindos a MatheusMáthica....

Seguidores

sábado, 6 de dezembro de 2014

TECNOLOGIA X METODOLOGIA


Diante do vídeo abaixo  quais as suas concepções sobre a inclusão de novas tecnologias no ensino de matemática?



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Curso de extensão, totalmente online, gratuito para professores de matemática




A partir do mês de setembro de 2014, será realizado o curso de extensão, para formação continuada do professor de Matemática, totalmente online, titulado de “Tecnologias Digitais no Ensino de Funções quadráticas”. O objetivo do curso é refletir sobre as maneiras diversificadas de abordar o conteúdo de funções quadráticas por meio das tecnologias digitais, dessa forma as atividades serão coordenadas pelo prof.º Dr. Alex Alves Andrade.

Salientamos que sempre nas quartas-feiras, das 20 às 22 horas, acontecerá as atividades sícronas.

Com duração até o  dia 17 de dezembro de 2014, o curso é voltado aos graduados em licenciatura de Matemática e que estejam lecionando no educação básica. As inscrições estarão abertas do dia 25 até o dia 28 de agosto de 2014, com vagas limitadas. Para se inscrever, é necessário preencher a ficha de inscrição online (clique aqui).

Metodologicamente, a proposta se estrutura num curso de 60h e para apoiar o seu desenvolvimento utilizaremos o Modular Object-OrientedDynamic Learning Environment (Moodle),software livre que possibilita a gestão de processos educativos de maneira colaborativa a partir dos ambientes virtuais de aprendizagem, e o Hangouts, aplicativo do Google+ que permite enviar e receber mensagens, fotos e vídeos, e até iniciar vídeos chamadas gratuitas, privadas ou em grupo, promovendo uma fácil conexão e interação entre os cursistas envolvidos. Serão disponibilizadas 16 vagas para esse curso, a partir do público alvo definido anteriormente. 

Como resultado esperado da proposta destaca-se a necessidade de uma concepção de formação continuada de professores de matemática que propicie elementos teóricos e metodológicos na integração crítica e propositiva das tecnologias digitais no ensino de funções quadráticas, preferencialmente articuladas com a realidade da escola pública brasileira.


Para outras informações, basta entrar em contato com o e-mail: tecnologiasdigitaisnoefq@gmail.com, ou pelo telefone (73) 9181-9789.


Participe!

quinta-feira, 3 de julho de 2014

4º SIPEMAT

4º Simpósio Internacional de Pesquisa em Educação Matemática 
Educação Matemática e contextos da diversidade cultural 
29, 30 de junho e 01 de julho de 2015 

Um pouco do nosso caminhar...

O SIPEMAT é um encontro que nasceu de um debate acerca de questões relativas ao ensino de estatística, ganhou corpo e ampliou sua abrangência para discussões pertinentes a diferentes aspectos da Educação Matemática. Juntou-se a estes fatores o interesse em promover um encontro de nível internacional no Nordeste, uma vez que eventos desse porte ocorrem prioritariamente no eixo Sul-Sudeste. Desde o início, o SIPEMAT tem buscado congregar educadores matemáticos do Brasil e do exterior. Assim, tem-se avançado no sentido de se estabelecerem intercâmbios, visando à realização de pesquisas e publicações, de modo a integrar experiências que conduzam a avanços nos debates acerca da aprendizagem e do ensino da Matemática. 

As duas primeiras edições aconteceram no Estado de Pernambuco, na Universidade Federal de Pernambuco – UFPE e na Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE. Em sua terceira edição o evento foi realizado no Estado do Ceará, em Fortaleza, com a organização do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará – UFC e do Curso de Mestrado Acadêmico em Educação da Universidade Estadual do Ceará – UECE. 

O 1º SIPEMAT aconteceu em 2006, discutindo o tema “Um olhar ampliado sobre a sala de aula”, buscando articular a vertente da pesquisa à questão do ensino e da aprendizagem dessa disciplina. O evento contou com a participação de cerca de 300 participantes. Estiveram presentes pesquisadores da França, Portugal e Inglaterra, que trouxeram suas reflexões acerca da pesquisa nessa área e suas relações com a sala de aula de Matemática. 

Em 2008, foi realizado o 2º SIPEMAT visando avaliar as duas décadas de pesquisa sobre a Matemática trabalhada dentro e fora da sala de aula. Esta temática teve como marco as pesquisas em Etnomatemática, bem como a publicação da coletânea Na Vida, dez; na escola, zero, que estava comemorando 20 anos de sua publicação. O público ampliou-se, em relação ao evento anterior, apresentando cerca de 450 participantes. Os países que se fizeram presentes foram França e Estados Unidos. 

Acreditando na necessidade de integrar nos debates sobre a Educação Matemática aqueles profissionais que majoritariamente são responsáveis pela formação matemática da sociedade, a terceira edição (3º SIPEMAT), no Estado do Ceará no ano de 2012, além dos alunos de pós-graduação e dos pesquisadores, agregou professores da Educação Básica. Desta maneira, o número de participantes foi ampliado para 1500 participantes. Participaram pesquisadores convidados da França, Estados Unidos, Inglaterra, Chile e Israel. O tema debatido foi: Matemática, Cultura e Tecnologia. 

Para 2015, o 4º SIPEMAT voltará a focar nas discussões mais circunscritas a pesquisa, tendo como público alvo alunos de pós-graduação e pesquisadores e, será sediado 
pela Bahia se configurando no terceiro Estado da Região Nordeste do Brasil a realizar esse evento. Assim, contará com a organização do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática - PPGEM da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC. Buscar-se-á abranger pesquisadores do Brasil, Portugal, África, dentre outros.


A realização da quarta edição do SIPEMAT no Estado da Bahia de maneira específica na UESC com a organização do PPGEM se, justifica, por ser neste contexto que se encontra o primeiro Mestrado da área de Educação Matemática da região Nordeste do Brasil, iniciado no ano de 2012, mesmo ano que ocorreu o 3º SIPEMAT. Dessa forma, a sinergia da comunidade de pesquisadores envolvidos com o SIPEMAT impulsionou a contemplar o PPGEM com o cenário de debates das pesquisas que estão sendo desenvolvidas pela área de Educação Matemática. 

A área de Educação Matemática vem passando por diferentes avanços no cenário mundial e, diferentes perspectivas de pesquisas surgem nesse cenário. Uma dessas perspectivas é impulsionada pela presença de múltiplas culturas, nacionalidades, raças e etnias nos diferentes níveis e modalidades de ensino. Tomando como base a complexidade e diversidades culturais, a necessidade de ampliar as pesquisas e as discussões é latente, assim como a busca da ampliação da produção de conhecimentos científicos que atendam às demandas específicas por uma Educação Matemática Crítica e Inclusiva. 

O Brasil possui uma grande tradição de estudos culturais em Educação Matemática, tendo o professor Ubiratan D’Ambrósio como seu principal expoente. Além disso, diversos trabalhos também foram desenvolvidos mostrando o pensamento matemático em grupos culturalmente diversos como povos indígenas, quilombolas, pescadores e vendedores de rua, dentre outros. Mas, é necessário ampliar as discussões e buscar o diálogo direto numa esfera internacional. 

Estamos a exatos 12 meses do 4º SIPEMAT e pesquisadores nacionais e internacionais começam a confirmar suas presenças, os seguintes nomes internacionais e nacionais confirmaram presença no 4º SIPEMAT: 

Dr. Paulus Gerdes da Universidade Pedagógica, Moçambique na África; 
Dr. João Pedro da Ponte da Universidade de Lisboa em Portugal; 
Dr. José Aires de Castro Filho da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza no Ceará; 
Dra. Siobhan Victoria Healy da Universidade Anhanguera de São Paulo - em São Paulo.


Mais informações no site de divulgação inicial: http://ppgemuesc.com.br/sipemat4/ 




III Colóquio de Matemática da Região Nordeste

O III Colóquio de Matemática da Região Nordeste será realizado na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no Campus Soane Nazaré, Ilhéus-Ba, do dia 29 de Setembro a 3 de outubro de 2014, tendo como alvo predominante a comunidade de estudantes e professores dos estados da Região Nordeste. O colóquio contará com palestras plenárias, mini cursos, apresentação de pôsteres e sessões técnicas em diversas áreas.

Este colóquio tem como principais objetivos:

Promover a divulgação da Matemática, apresentando resultados de pesquisa e experiências de ensino na área, informando os participantes sobre a abrangência de atuação profissional da Matemática nos mais diversos temas.

Incentivar o intercâmbio de ideias e informações entre as áreas de conhecimentos,  meio a exposições de trabalhos e iniciativas na produção de novas tecnologias para o ensino de Matemática em todos os níveis, como por exemplo, de iniciação científica, mestrado, ProfMat e doutorado;

Consolidar a pesquisa, a pós-graduação e a colaboração entre os estados da região no desenvolvimento de projetos e na formação de recursos humanos qualificados;

Promover o encontro de professores/pesquisadores da região em sessões temáticas, dando a oportunidade de integração entre as instituições regionais com grandes centros consolidados do país, e assim contribuir  para a discussão de problemas regionais com possíveis estratégias e perspectivas de solução.

Datas importantes:

Inscrições: 01 de Junho a 19 de Setembro de 2014
Envio de Propostas de Minicursos: 27 de fevereiro a 27 de Abril de 2014. (Encerradas)
Envio de propostas de apresentação de trabalhos(Oral ou pôster): 15 de maio a 31 de Julho de 2014.

Contato

Endereço: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ 
Campus: Soane Nazaré de Andrade; Rodovia Jorge Amado, Km 16, Bairro Salobrinho, CEP: 45662-900; Ilhéus/BA.
Pavilhão: Júlio Cascado, ProfMat
Telefone: (73) 3680-5422

segunda-feira, 9 de junho de 2014

UESB/2004.1

(UESB/2004.1) Dos conjuntos A e B, sabe-se que A – B tem 3 elementos, B – A, 4 elementos e A X B, 30 elementos. A partir dessas informações, pode-se concluir que o número de elementos de A U B é igual a


01) 7   
02) 8   
03) 9   
04) 10  
05) 12

UESB/2010.1

(UESB/2010.1) Analisando-se as carteiras de vacinação dos 184 funcionários de uma empresa, verificou-se que 118 receberam a vacina H1N1, 100 tomaram a vacina contra meningite e 42 não foram vacinados. Com base nessas informações, pode-se concluir que o número de funcionários que receberam as duas vacinas é igual a


01) 76     
02) 67     
03) 40     
04) 38     
05) 35

UESB/2013.1

(UESB/2013.1) Um banco de sangue catalogou 100 doadores, assim distribuídos:

• 38 com sangue do tipo O;
• 46 com fator Rh–;
• 22 com sangue de tipo diferente de O e com Rh+.

Com base nessas informações, pode-se afirmar que o número de doadores desse grupo que tem sangue do tipo diferente de O e fator Rh– é igual a


01) 30    
02) 32   
03) 37   
04) 40   
05) 42

Palestra - Prof. Dr. Gilson Bispo de Jesus para o PPGEM/UESC


quarta-feira, 4 de junho de 2014

UESB/2011.1

(UESB/2011.1) Querendo impressionar um grupo de amigos, X se propôs a fazer adivinhações com números inteiros positivos. Para tanto, contou com um voluntário, Y, a quem deu as seguintes instruções:

I. pense em um número inteiro positivo;
II. some 4 a esse número e, em seguida, divida o resultado por 5;
III. subtraia o valor obtido do dobro do número pensado inicialmente;
IV. finalmente, some a metade do novo resultado a 10.

Sabe-se que as instruções foram cumpridas corretamente, que o valor final encontrado foi igual ao número pensado inicialmente e que X teve sucesso em sua adivinhação.
Nessas condições, é correto afirmar que o número pensado por Y é

01) múltiplo de 5.     
02) múltiplo de 6
03) múltiplo de 7.                                                                                         
04) divisor de 8.
05) divisor de 12.

UESC/2009

(UESC/2009) Quando “Pinóquio” diz uma mentira, o comprimento do seu nariz aumenta 10 cm e quando diz uma verdade, diminui 5 cm. Após fazer as três afirmações sobre números naturais x, y e z quaisquer,

· se y.z é um múltiplo de x, então y ou z é múltiplo de x,
· se x só é divisível por 1 e por x, então x é um número primo,
· se y + z e y são múltiplos de x, então z é múltiplo de x,
o comprimento do nariz de Pinóquio ficou

01) reduzido de 15 cm.
02) aumentado de 15 cm.
03) reduzido de 10 cm.
04) aumentado de 30 cm.
05) com o mesmo comprimento que já tinha.

UEFS/2013

(UEFS/2013) Em um grupo de 40 casas, sabe-se que 28 são brancas, 19 possuem jardim e 12 possuem piscina. Considerando-se essa informação e as proposições

I. Há, pelo menos, 7 casas brancas com jardim;
II. Não há nenhuma casa com jardim e piscina;
III. Há, pelo menos, 9 casas sem jardim nem piscina,
e pode-se afirmar, com certeza, que

A) a proposição II é verdadeira.
B) as proposições I e II são verdadeiras.
C) as proposições II e III são verdadeiras.
D) as proposições I e III são verdadeiras.
E) as proposições I, II e III são verdadeiras.

Palestra do Prof. Dr. Dario Fiorentini para o PPGEM/UESC


sábado, 15 de março de 2014

Curso de Extensão Online Perspectivas para a Formação de Professores

Curso de Extensão Online Perspectivas para a Formação de Professores - 60hPrograma de Pós-Graduação em Educação Matemática (PPGEM)Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)


Convidamos a todos docentes que esteja lecionando a disciplina de Matemática,  para participar do Curso de Extensão Online Perspectivas para a Formação de Professores, com carga horária de 60h, que será desenvolvido junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática (PPGEM) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).
Este curso é uma ação formativa cujo principal objetivo é abordar as perspectivas para a formação de professores através da análise e da discussão das tendências teóricas, das práticas pedagógicas e das pesquisas emergentes.
Metodologicamente, a proposta se estrutura num curso de 60h e para apoiar o seu desenvolvimento utilizaremos o Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Moodle) e o Hangouts, softwares livres que possibilitam a gestão de processos educativos de maneira colaborativa.
Para isso, serão realizados 10 encontros virtuais, seguindo o cronograma:
Chat Hangouts Fórum
09/04 – 19h às 21h 02/04 – 14h às 16h De 23/04 a 30/04
23/04 – 19h às 21h 30/04 – 14h às 16h De 14/05 a 21/05
07/05 – 19h às 21h 30/05 – 14h às 16h De 11/06 a 18/06
14/05 – 19h às 21h 16/07 – 14h às 16h 
04/06 – 19h às 21h 
11/06 – 19h às 21h

O processo seletivo será realizado por meio da inscrição online, seguindo os critérios: análise do currículo do candidato na plataforma lattes, observando-se a experiência com a formação de professores, bem como no desenvolvimento de pesquisas com este tema; a carta de intenções feita pelo candidato, disponível no formulário de inscrição (clique aqui).
Esta ação será desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática – (PPGEM) da Universidade Estadual de Santa Cruz.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

I EMA²L

I Encontro de Matemática do Agreste Alagoano - I EMA²L

De 24 a 26 de fevereiro de 2014


O I EMA²L (Encontro de Matemática do Agreste Alagoano) nova denominação da IV Semana de Matemática, será realizado na UFAL (Universidade Federal de Alagoas), Campus Arapiraca no período de 24 a 26 de fevereiro de 2014 e constitui de temas relacionados a Educação, Matemática Pura e Aplicada, tendo como tema principal deste primeiro encontro "Caminhos da Matemática: abstração, aplicação e educação".

A motivação para a realização deste encontro surge da necessidade de promover um momento que envolva as três áreas da Matemática (Educação Matemática, Matemática Pura e Matemática Aplicada) na região do Agreste Alagoano e tem como propósito criar espaços de discussões, compartilhamento de experiências e conhecimento entre professores atuantes na educação básica, estudantes de graduação em Matemática (bacharel ou licenciatura), pesquisadores e públicos afins (dando espaço para pessoas dos mais diversos cursos de graduação que tem algum contato com a matemática em qualquer uma das suas áreas).

Nesse contexto, o tema: "Caminhos da matemática: abstração, aplicação e educação" sugere uma discussão e uma abordagem bastante proveitosa visto que a matemática encontra-se presente em diversos âmbitos das ciências, perpassando por todas elas. 

Nesse evento procuraremos não criar um envolto na figura do professor, mas sim daquele que trabalha com a matemática em todas as suas formas, seja no ensino básico, seja numa empresa, seja nas novas descobertas (pesquisa). O transitório entre as diversas áreas da matemática é a chave para as novas metodologias de ensino; a concretização daquilo que se tem no imaginário e, por conseguinte, os caminhos dessas abstrações.

"Contextualizar a Matemática é essencial para todos. Afinal, como deixar de relacionar os Elementos de Euclides com o panorama cultural da Grécia Antiga? Ou a adoção da numeração indo-arábica na Europa como florescimento do mercantilismo nos séculos XIV e XV? E não se pode entender Newton descontextualizando. (...) Alguns dirão que contextualização não é importante, que o importante é reconhecer a matemática como manifestação mais nobre do pensamento e da inteligência humana... e assim justificam sua importância nos currículos (D'AMBRÓSIO, 2001)."

Sabe-se ainda que a contextualização matemática gera um conhecimento maturado, pelo fato das fases epistemológicas se embasarem com mais vigor e virtude. Ou seja, o abstrato contempla o concreto e vice-versa. E como iremos transmitir essa ideia? As novas metodologias com ênfase na ludicidade fazem essa interligação. Então nos vemos conectados "matematicamente" por linhas tênues que nem mesmo podemos explicar.

"Não é mais possível apresentar a matemática aos alunos de forma descontextualizada, sem levar em conta que a origem e o fim da Matemática é responder às demais situações-problema da vida diária. (GROENWALD, FILLIPSEN, 2002)"

Diante disso, o I EMA²L busca trazer uma interligação entre essas três áreas da matemática, fazendo com que a ideia de que o professor deve ser o único retentor do conhecimento/pensamento seja extinta, de modo que seja também eliminada a ideia de transmissão de conhecimento e adotado o trabalho colaborativo de produção do conhecimento através de discussão, pesquisa e aplicação constantes. Torna-se importante a valorização do conhecimento matemático (formal ou informal, acadêmico ou não) de todo sujeito que faz uso dele em seu cotidiano.

Submissão de Trabalhos

Os interessados em submeter trabalho no formato de Oficinas/Mini Cursos devem enviar propostas para o e-mail calma.emaal@gmail.com até o dia 31 de janeiro de 2014. 



sábado, 11 de janeiro de 2014

II CNFP & XII CEPFE

II CONGRESSO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

XII CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES

Local: Hotel Magestic – Águas de Lindóia - SP
Data: 07 a 09 de abril de 2014
Submissão de trabalhos: Até 31 de janeiro de 2014

II ENAPHEM

II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA SOBRE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA – II ENAPHEM

 

Local: Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Bauru - SP
Data: 31 de outubro a 3 de novembro de 2014
Submissão de trabalhos: 02 de dezembro de 2013 a 05 de março de 2014
Maiores Informações: http://www.upf.br/jem

V JNEM & XVIII JREM

V JORNADA NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
XVIII JORNADA REGIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
 
 
Local: Universidade de Passo Fundo – Passo Fundo – RS
Data: 5 a 7 de maio de 2014
Submissão de trabalhos: 02 de dezembro de 2013 a 05 de março de 2014
Maiores Informações: http://www.upf.br/jem

ICEMST

INTERNATIONAL CONFERENCE ON EDUCATION IN MATHEMATICS, SCIENCE AND TECHNOLOGY - ICEMST


Local: Necmettin Erbakan University – Konia - Turquia
Data: 16 a 18 de maio de 2014
Submissão de trabalhos: Até 14 de março de 2014
Maiores Informações: http://www.icemst.com/

PROBLEM@WEB

PROBLEM@WEB

 
Local: Universidade do Algarve/Instituto de Educação da Universidade de Lisboa – Algarve - Portugal
Data: 02 a 04 de maio de 2014

I CARIGMA

I CONGRESO ARGENTINO DE INTEGRACIÓN DE GEOGEBRA EN LA MATEMÁTICA - I CARIGMA



Local: Caleta Olívia – Argentina
 
Data: 10 a 12 de março de 2014
 
Submissão de trabalhos: Até 20 de dezembro de 2013
 

1° CMAC SUL

I CONGRESSO DE MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL SUL - CMAC SUL

 
Local: Centro de Inovação, Educação, Tecnologia e Empreendedorismo do Paraná (CIETEP) – Curitiba – PR
Data: 19 a 21 de fevereiro de 2014
 
Maiores Informações: http://cnmac.com.br/node/15

I SEMINÁRIO CEARENSE DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

I SEMINÁRIO CEARENSE DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

 
Local: Universidade Estadual do Ceará – Fortaleza - CE
Data: 14 e 15 de abril de 2014
Submissão de trabalhos: Até 15 de fevereiro de 2014

XII EPEM e V FPLM

XII ENCONTRO PAULISTA DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA - XII EPEM

V FÓRUM PAULISTA DAS LICENCIATURAS EM MATEMÁTICA – V FPLM

Local: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo- IFSP (campus Birigui) – Birigui - SP
Data: De 1º a 03 de maio de 2014
Submissão de trabalhos: 20 de dezembro de 2013 a 20 de fevereiro de 2014
Maiores Informações: http://bri.ifsp.edu.br/portal/