MatheusMáthica: "O lado interessante e curioso da Matemática"

Sejam Bem-Vindos a MatheusMáthica....

Seguidores

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Formação Continuada de Professores de Matemática: o ensino de funções quadráticas mediado pelas tecnologias digitais.

OLIVEIRA, Mateus S. Formação continuada de professores de matemática: o ensino de funções quadráticas mediado pelas tecnologias digitais. 2015. 178f. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus/BA.

RESUMO

Nos últimos anos, a formação de professores de Matemática tem se constituído como um campo de estudo privilegiado em Educação Matemática. No entanto, embora existam muitas pesquisas produzidas, o efeito desses estudos pouco tem se traduzido no seio da sala de aula, especificamente na realidade da escola pública brasileira. Com o intuito de possibilitar novas perspectivas para este cenário, a presente pesquisa visou compreender como o uso das tecnologias digitais pode contribuir para o ensino das funções quadráticas, a partir das reflexões produzidas por professores de Matemática inseridos num contexto de formação continuada na Educação Online. Para tanto, foram analisadas as contribuições presentes numa proposta formativa que envolveu um curso extensionista denominado Tecnologias Digitais no Ensino de Funções Quadráticas (TDEFQ), desenvolvido no período de março a maio de 2015, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Metodologicamente, a proposta se estruturou como um estudo majoritariamente qualitativo, do tipo pesquisa participante. Enquanto técnicas de produção de dados foram utilizadas as entrevistas semiestruturadas, realizadas numa dimensão online, e a análise documental das atividades produzidas pelos professores-cursistas participantes, selecionados através de um critério específico, centrado na convergência da abordagem de seu trabalho de conclusão de curso ao discutir o ensino de funções quadráticas mediado por tecnologias digitais. Este processo foi complementado juntamente com as observações das interfaces utilizadas na proposta formativa. A fundamentação teórica se estrutura a partir de três eixos principais, a saber: a) a formação continuada, com ênfase nos estudos produzidos por Imbernón (2010), Nóvoa (1991, 1992, 1995, 1999) e Veiga (2010); b) as tecnologias digitais, com ênfase nos estudos produzidos por Lévy (2008, 2011); Borba e Penteado (2005) e Borba, Scucuglia, Gadanidis (2014); c) ensino de funções quadráticas, com ênfase nas discussões promovidas por Lima et al (2001, 2004, 2005), Valladares (2008), Stewart (2008) e Fiorentini (1995). Sendo assim, os resultados produzidos destacam as reflexões trazidas pelos professores evidenciam uma mudança nas suas práticas pedagógicas em relação ao ensino de funções quadráticas, pois os mesmos unanimente passaram a valorizar as tecnologias digitais como metodologias capazes ressiginificar o conteúdo matemático das funções quadráticas, a partir da construção de ambientes que valorizam a investigação, a experimentação e a visualização para o centro da atividade Matemática. Além disso, os espaços online interativos do curso mostraram uma diversidade de dados com uma riqueza e complexidade de informações, sobretudo, para revelar que o grupo de interlocutores do curso apresenta uma identidade própria para o desenvolvimento do trabalho de ensinar funções quadráticas com as tecnologias digitais. Por fim, as tecnologias digitais contribuíram para o ensino de funções quadráticas dos professores participantes da pesquisa, a partir das reflexões produzidas pelos mesmos e da ressignificação do conteúdo matemático pesquisado, decorrente do processo formativo vivenciado.


Palavras-Chave: Formação Continuada. Tecnologias Digitais. Ensino de Funções Quadráticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário