MatheusMáthica: "O lado interessante e curioso da Matemática"

Sejam Bem-Vindos a MatheusMáthica....

Seguidores

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

A caça- A Matemática no antigo Egito

Notamos na construção das PIRÂMIDES, uma perícia profunda na arte da engenharia. Dois papiros são as fontes principais de informações referentes à matemática egípcia antiga. O papiro de MOSCOU datado aproximadamente no ano 1850 a.C. onde encontramos um texto matemático que contém 25 problemas e o papiro RHIND (ou Ahmes) datado aproximadamente no ano 1650 a.C. onde encontramos um texto matemático na forma de manual prático que contém 85 problemas copiados em escrita hierática pelo escriba AHMES de um trabalho mais antigo.  
O papiro Rhind descreve os métodos de MULTIPLICAÇÃO e divisão dos egípcios, o uso que faziam das FRAÇÕES unitárias, o emprego da regra da falsa posição, a solução para o problema da determinação da ÁREA de um CÍRCULO e muitas aplicações da matemática a problemas práticos.  
O sistema de numeração utilizado pelos EGÍPCIOS era o sistema de agrupamento simples com base 10. Todos os 110 problemas incluídos nos papiros de Moscou e de Rhind são numéricos, a maioria tem aparência prática e lida com questões sobre a DISTRIBUIÇÃO de pão e cerveja, sobre balanceamento de rações para gado e aves domésticas e sobre armazenamento de grãos. Para muitos desses problemas a resolução não exigia mais do que equação LINEAR simples, mas há alguns de natureza teórica, que tratam, por exemplo, de progressões ARITMÉTICAS e geométricas.   

Encontre as palavras destacadas no texto:

Encontrou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário